sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Para meditação!...



Para Meditação!...

Gn 2,16:- E o Senhor Deus deu esta ordem ao homem: “Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim. Gn 2,17:- mas não comas o da árvore da ciência do bem e do mal, porque, no dia em que o comeres, certamente morrerás”.

Concordâncias:

Gn 2,17:...

Rm 6,23:- Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Tgo 1,15:- A concupiscência, depois de conceber, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte.
I Jo 5,16:- Se alguém vê seu irmão cometer um pecado que não o conduza à morte, reze, e Deus lhe dará a vida; isso para aqueles que não pecam para a morte. Há pecado que é para morte; não digo que se reze por esse.

Amem!...





































para

Para Meditação.

                                  Para Meditação!...

Gn 1,26:- Então Deus disse: “Façamos o homem à nossa imagem, à nossa semelhança, para que domine, sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre todos os répteis que rastejam pela terra”.

Concordâncias:


I Cor 11,7:- O homem não deve cobrir a cabeça, porque é imagem e glória de Deus; a mulher, porém, é glória do homem.

II Cor 3,18:- E todos nós, com a face descoberta, com a face refletindo a glória do Senhor, como um espelho, somos transformados de glória em glória, nessa mesma imagem, sempre mais resplandecente, pela ação do Espírito do Senhor.

Ef 4,24:- e a revesti-vos do homem novo, criado em conformidade com Deus na justiça e santidade verdadeiras.     


Amem!...

sábado, 17 de setembro de 2016

Para Meditação!...


Para Meditação!

Mt 2,6:- E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo.

Concordâncias:

Mq 5,1s:- Mas tu, Belém de Efrata, tão pequena entre os clãs de Judá, é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel. Suas origens remontam aos tempos antigos, aos dias do longínquo passado.

Obs. “Éfrata: antigo nome de Belém. Clãs: agrupamento de mil famílias dentro das diferentes tribos de Israel. É de ti: oráculo que visa à descendência davídica do Messias (sendo Davi oriundo de Belém), e ao nascimento do Senhor em Belém, como dá a entender a interpretação dada aos magos pelos conselheiros de Herodes. Ver Mt 2,6, onde o texto é citado segundo a versão grega: Não és a menor.


Amem!

..


quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Para Meditação


Para meditação!...

Gn 1,1:- No princípio Deus criou os céus e a terra.
Concordâncias:

Jo 1,1-3:- No princípio ere o Verbo, e o Verbo estavam junto de Deus e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio junto de Deus. Tudo foi feito por ele , sem ele nada foi feito.

At 14,14-15:- Mas os apóstolos Barnabé e Paulo, ao perceberem isso, rasgaram as suas vestes e saltaram no meio da multidão: “Homens” -, “Por que fazeis isso?” Também nós somos homens, da mesma condição que vós, e pregamos justamente para que vós convertais das coisas vãs ao Deus vivo que fez o céu, a terra, o mar e tudo quanto neles há.  


At 17,24:- O Deus, que fez o mundo e tudo o que nele há, é o Senhor do céu e da terra, e não habita em templos feitos por mão humanas.

Col 1,16-17:- Nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as criaturas visíveis.  Tronos, dominações, potestades: tudo foi criado por ele e para ele. (*): Tronos, etc.: a hierarquia dos anjos submissa a Cristo. (17). Ele existe antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem nele.

Hb. 1,10:-  e ainda: Tu, Senhor, no princípio dos tempos fundaste a terra, e os céus são obras de tuas mãos.



Amém!...

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Presença de Maria Vida da Igreja


PRESENÇA DE MARIA VIDA DA IGREJA


maria_640_4801.gif1º.) No início da Igreja: Com o mistério da Encarnação: “O nascimento de Jesus foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, achou-se ter concebido por obra do Espírito Santo.” (Mt 1,18).

2º.) Na constituição da Igreja: Com o mistério de Caná e da cruz: “Celebravam-se umas bodas em Caná da Galileia e encontrava-se lá a Mãe de Jesus.” (Jo 2,1); “junto à cruz de Jesus estava sua Mãe.” (J9,25).   

3º.) Na promulgação da Igreja Com o ministério de Pentecostes: “Todos os Apóstolos perseveraram unanimemente em oração, com as mulheres, e com Maria, a Mãe de Jesus.” (At 1,14).”

4º.) Na peregrinação da Igreja: Com o mistério de suas MARIOFANIAS, isto é, de suas aparições: “Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu junto de Deus, adornada como uma esposa ataviada para o seu esposo.” (Apoc: 21,2).

Nossa Senhora, a Cidade do Altíssimo, aparece desde os primeiros tempos do Cristianismo em diferentes lugares, entre os quais destacamos:

a) Em 1214, na França, a São Domingos, como Nossa Senhora do Rosário;

b) Em 1531, no México, a um índio chamado Juan Diego, como Nossa Senhora de Guadalupe;

c) Em 1830, a Catarina de Labouré, como Nossa Senhora das Graças;

d) Em 1846, em La Salette, a duas crianças pastoras, como Nossa Senhora de Salette;

e) Em 1858, em Lourdes, a jovem Bernadette Soubirous, como Imaculada Conceição;

f) Em 1917, em Fátima, Portugal, aos jovens Jacinta, Francisco e Lúcia, como Nossa Senhora de Fátima;

g) Em 1947, na Itália-Montichiare, a Pierina Gilli, como Nossa Senhora Rosa Mística;

h) Desde 1981, em Medjugorge, na-Ex-Iugoslávia, aos jovens Ivan, Ivanka, Marija, Mirjana, Jacov e Vika, como Rainha da Paz.

Pe. P. Maria.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Nossa Senhora Está Acima dos Anjos.


NOSSA SENHORA ESTÁ ACIMA DOS ANJOS

maria_640_4801.gif
Adicionar legenda

Assim diz a Igreja: “Ela (Maria) supera de Longe todas as demais criaturas pelo dom de uma graça insigne.” Vaticano II – LG 53).

Provas:

Maria Santíssima sobrepuja os anjos por três motivos principais:

1. Por sua NATUREZA. Com efeito, Maria é Imaculada Conceição. Ora, a Imaculada Conceição pertence, por assim dizer, à própria essência da Imaculada, conforme diz Pio XII: “A Imaculada é privilégio único a tal ponto de ele parecer identificar-se com a própria pessoa.” Pelo que já ensinava Santo Epifânio (+ 403): “Fora de Deus, sois superior a tudo o que existe, sois mais bela pela vossa natureza que os próprios querubins e todo o exército dos anjos.”

2. Por sua FAMILIARIDADE com Deus. De fato, Deus está com Maria como seu Filho; com Maria como seu Filho; com os anjos, Deus habita como Senhor. São João Crisóstomo (+407) diz: “É verdadeiramente justo glorificar-vos, ó Mãe de Deus, que sois bem-aventurada para sempre, isenta de todo o pecado e Mãe de nosso Deus. Sois mais digna de honra que os querubins, incomparavelmente mais digna de glória que os serafins.”

3. Por sua DIGNIDADE, porquanto Maria foi elevada acima dos anjos pela plenitude do esplendor da graça divina que possui. Daí a sentença de São Sofrônio de Jerusalém (+ 638): “Quem seria capaz de proclamar a tua grandeza? Ornaste a natureza humana, superaste a legião dos anjos, superaste  todas as Criaturas.”

No momento da Assunção de Nossa Senhora perguntaram-lhe os anjos pelo nome: “Quem é esta que sobe do deserto, como uma coluna de fumaça composta de aromas de mirra e de incenso”? (Cant 3,6). Quem é esta que avança como aurora, formosa como a luz, brilhante como o sol e terrível como um exército em ordem de batalha? (Cant 6,10 (v. 9 na Vulgata) Quem é esta que sobe do deserto, cheia de delícias e apoiada sobre o seu amado?). (Cant 8,5). E para que lhe indagam com tanta insistência o nome? Pergunta Ricardo de S. Lourenço (Célebre teólogo do século XIII). É para terem o prazer de ouvi-lo mais vezes, tão suavemente lhes soava aos ouvidos.


Pe. P. Maria.